Entregue-se às terapias japonesas e viva melhor.

interna_podologia

PEDICURE MEDICAL

Pensando na comodidade de nossos cliente e devido a imensa a procura ampliamos o nosso espaço e oferecemos também serviços de Manicure/ Pédicure Medical/Podologia, serviço ainda pouco conhecido em Portugal, mas que tem vindo a crescer de uns tempos para cá.

A Podologia, área especializada em tratar afecções dos pés como calos, calosidades, unhas encravadas, fissuras nos calcanhares, verrugas plantares, correção das unhas, entre outros. A ausência de informação e orientação sobre os cuidados exigidos pelos pés, associados aos hábitos da vida moderna, podem desencadear e/ou agravar patologias podológicas. Boa parte desses problemas seria evitada ou resolvida apenas com a intervenção de um podólogista. São muitos os problemas com os pés que precisam de cuidados especializados, sendo considerável a necessidade de conscientização da população para a adoção de medidas preventivas. Estudos comprovam que uma parcela significativa da população apresenta problemas podológicos sem reconhecê-los

O que é Podologia?

Podologia é a área especializada no tratamento das afecções dos pés como calos, calosidades, unhas encravadas, fissuras nos calcanhares, entre outros.

O seu principal objectivo é ajudar as pessoas a cuidar dos seus pés, preenchendo uma lacuna entre a pédicure (só faz embelezamento) e as equipas da área de saúde: ortopedia, dermatologia, angiologia e reumatologia. O objectivo é desenvolver um trabalho multidisciplinar na assistência e tratamento dos pés para garantir a sua saúde.

O podólogo identifica afecções e disfunções que podem afectar os pés e efectua procedimentos podológicos para diferentes patologias, incluindo avaliação de alterações e deformidades, são estas as principais funções deste profissional além lhe ser requerida sensibilidade para lidar com casos que envolvam doença e dor.

Actualmente a Podologia, por representar um conceito associado à saúde integral e bem-estar, prevê acções de podo profilaxia que privilegiam a orientação e aplicação de medidas de prevenção e promoção da saúde podal, execução de técnicas que possibilitam a recuperação de patologias podológicas e atendimento a portadores de outras patologias que requerem cuidados podológicos diferenciados.

A ausência de informação e orientação sobre os cuidados exigidos pelos pés, associados aos hábitos da vida moderna, podem desencadear e/ou agravar patologias podológicas. Boa parte desses problemas seriam evitados ou resolvidos apenas com a intervenção de um podólogo.

São muitos os problemas com os pés que precisam de cuidados dos podólogos, sendo considerável a necessidade de consciencialização da população para a adopção de medidas preventivas. Estudos comprovam que uma parcela significativa da população apresenta problemas podológicos sem reconhecê-lo.

Remoção de calos e calosidades

Os calos e calosidades, são formados por partes da pele enrijecidas provocados pelo atrito ou a pressão frequentes. Os calos aparecem em duas versões, calos duros e/ou calos moles. Calos duros são geralmente encontrados nas partes superiores dos dedos do pé ou nas partes laterais dos dedos, onde a pele entra em atrito com o sapato. Quando um calo se forma na sola do pé, causa dor aguda localizada, sentida a cada passo. Os calos moles, são húmidos e borrachentos, formam-se entre os dedos do pé, onde o osso de um dedo faz pressão sobre o osso dos dedos contíguos.

As calosidades e o espessamento da pele por pressão repetida formam-se geralmente sobre uma superfície lisa e não tem ponta. Aparecem geralmente nas partes que suportam o peso no pé: na sola ou no calcanhar. Cada passo pressiona a calosidade causando dor, ardor ou sensibilidade, mas raramente uma dor aguda.

Corte correcto das unhas (prevenindo unhas encravadas)

Na maioria das vezes isso acontece porque temos o hábito de cortar os cantos das unhas, o uso de sapatos de pontas finas também facilita o encravamento. Quando a unha penetra na carne junto ao dedo estamos perante uma unha encravada. A pele forma uma barreira, mas como a unha não para de crescer e é mais dura, penetra na pele causando dor e inflamação. Nos casos mais severos pode originar infecção com pus e sangramento.

De uma forma geral é mais frequente afectarem o primeiro dedo, mas podem afectar os outros dedos também. Pessoas activas e desportistas são particularmente atreitas a sofrerem de unha encravada, porque transpiram mais (o que facilita o amolecimento e a quebra das unhas), também estão mais sujeitas a traumatismos e micro traumatismos capazes de lesarem as unhas. Se deixarmos a unha encravada sem tratamento, a infecção pode alastrar a outras zonas do pé. Quanto mais rapidamente tratar a unha encravada menos a infecção se instala e menos dor tem com o tratamento. Devemos cortar as unhas de forma recta sem cortar ou arredondar os cantos. Os cantos das unhas devem permanecer visíveis e passar por cima da carne. Muitas vezes dores nas unhas podem não se tratar de uma verdadeira unha encravada, mas sim de helomas periungueais (calos que crescem junto da unha), se assim for o podologista procede à remoção dos calos e se a unha estiver grossa ou encurvada, poderá rebaixá-la e direccioná-la.

Tratamento de unhas encravadas, infeccionadas e com micoses

Na maioria das vezes isto acontece porque temos o hábito de cortar os cantos das unhas, o uso de sapatos de pontas finas também pode facilitar o encravamento. Em crianças recém-nascidas, o vestuário com pés fechados pode ocasionar o problema, se não forem de tamanho adequado à criança e ao seu crescimento.

Os dedos mais atingidos são os dos pés – sobretudo os Halus “dedos grandes”, nos quais as unhas encravam quase sempre pelos cantos. A dor torna-se insuportável. Em muitos casos, a pele ao redor da unha fica inflamada, inchada e avermelhada, até produzir pus ou carne esponjosa (granuloma piogénico). O trabalho do Podólogo é tratar e ajudar na reeducação da unha.

Aparelhos para unhas encravadas (órtese)

Talvez essa seja a parte mais inovadora e moderna da podologia método usado para se corrigir o formato das unhas, evitando assim o problema de unha encravada. A órtese é um dispositivo cuja principal finalidade é corrigir o arco da lâmina da unha, desde a raiz, elevando as bordas, de modo a evitar o seu aprofundamento, e consequentente, o seu encravamento. Totalmente indolor, essa técnica pode levar de 5 a 8 meses para corrigir efetivamente o arco da unha.
Não é um processo traumático nem doloroso e não é necessária a extracção da unha para que ela seja corrigida.

Esta técnica só deve ser aplicada por podologistas, pois são profissionais altamente qualificados, com amplo conhecimento em anatomia e patologias dos pés.

Colocação de unhas acrílicas em unhas traumatizadas

Unhas traumatizadas tornam-se atrofiadas e com retardamento do crescimento, com o uso do acrílico é possível obter resultados bastante satisfatórios.

Dedos em garras

Os dedos em garra, muito frequente em idosos, tornam-se incomodativos pois normalmente têm como consequência o aparecimento de calos nos dedos. O podólogo remove os calos e confecciona ortoses para ajudar a postura dos dedos evitando assim o reaparecimento dos mesmos.

Verruga plantar

Este tipo de verruga é causado pelo vírus Papiloma Humano, que pela sua localização plantar pode tornar-se extremamente doloroso ou incapacitante no processo de locomoção.

O podólogo está apto a tratar e exterminar, de forma indolor, este vírus causador desta afecção.

Podologia em pés diabéticos

Os pacientes diabéticos precisam de uma atenção redobrada nos cuidados dos pés, uma vez que são muitas vezes afectados pela diminuição da sensibilidade, problemas circulatórios, infecção e menor circulação sanguínea no local. As lesões geralmente apresentam contaminações por bactérias e como a diabetes causa o retardamento na cicatrização, ocorre o risco do pé ser amputado.

Podologia geriátrica

É de extrema importância o tratamento dos pés em idosos pois os mesmos apresentam uma maior incidência de problemas circulatórios, neurológicos e diabéticos.

Nessa fase a pele tende a ficar mais fina e seca, proporcionando o aparecimento de calos, calosidades, fissuras e outras complicações.

Com o auxílio de um podólogo o idoso consegue uma melhor qualidade de vida evitando uma série de patologias com alguns cuidados no dia-a-dia.

Podologia infantil

Entre os cuidados que se deve ter com as crianças, estão principalmente, o corte correto das unhas, o tipo de calçado usado e até o tipo de roupa.

O choro frequente do bebê, muitas vezes, pode não estar associado a cólicas ou dor de ouvido, mas a uma unha encravada que inflamou. A solução é recorrer a um especialista em Podologia.

Pouco conhecida, a técnica é muito eficaz no tratamento do problema, desencadeado principalmente por conta de cortes irregulares da unha, meias e sapatos apertados, macacões e babygrows justos ou constantes atritos do pezinho no bebê-conforto, cadeirinhas e carrinhos.

Os macacões tradicionais com “pezinhos“ deveriam ser evitados ou comprados um ou dois números maiores.

Os pés dos bebes são muitos sensíveis e flexíveis, qualquer pressão anormal pode causar deformidade e so se notar quando começar a andar.

Cortar as unhas dos bebes requer muito cuidado. Fazer sempre cortes retos e nunca ir aos cantos.

Entre em contato conosco e faça sua marcação para um Podologia (Pedicure Medical). Ligue agora mesmo para 217 157 010 – 917.448.484 ou clique aqui para informar seus dados. Teremos um grande prazer em retorná-lo.

Até breve,
Equipe
Nipon SPA Japonês